Blog / News Fique por dentro das Novidades no Brasil e no Mundo

#BomDia - O fator Maria para o crescimento do Reino de Deus

0 Comentários
373
01 Mai 2014

"No sexto mês, foi o anjo Gabriel enviado, da parte de Deus, para uma cidade da Galileia, chamada Nazaré, a uma virgem desposada com certo homem da casa de Davi, cujo nome era José; a virgem chamava-se Maria. E, entrando o anjo aonde ela estava, disse: Alegra-te, muito favorecida! O Senhor é contigo. Ela, porém, ao ouvir esta palavra, perturbou-se muito e pôs-se a pensar no que significaria esta saudação. Mas o anjo lhe disse: Maria, não temas; porque achaste graça diante de Deus. Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem chamarás pelo nome de Jesus. Este será grande e será chamado Filho do Altíssimo; Deus, o Senhor, lhe dará o trono de Davi, seu pai; ele reinará para sempre sobre a casa de Jacó, e o seu reinado não terá fim. Então, disse Maria ao anjo: Como será isto, pois não tenho relação com homem algum? Respondeu-lhe o anjo: Descerá sobre ti o Espírito Santo, e o poder do Altíssimo te envolverá com a sua sombra; por isso, também o ente santo que há de nascer será chamado Filho de Deus. E Isabel, tua parenta, igualmente concebeu um filho na sua velhice, sendo este já o sexto mês para aquela que diziam ser estéril. Porque para Deus não haverá impossíveis em todas as suas promessas. Então, disse Maria: Aqui está a serva do Senhor; que se cumpra em mim conforme a tua palavra. E o anjo se ausentou dela.” (Lucas 1.26-38).


Muitas pessoas tem nutrido uma idolátrica veneração pela que foi a mãe do Salvador, Jesus. Embora essa atitude seja demasiadamente errada tanto do ponto de vista bíblico quanto do ponto de vista da própria Maria (que jamais aceitou veneração de ninguém e ainda mandou que as pessoas fizessem tudo o que Jesus mandasse), também não é correto ignorar a obra que essa humilde mulher fez para o reino de Deus.


Obediência incondicional e imediata


O fator Maria traz para nós uma profunda reflexão sobre a importância da obediência incondicional e imediata. Maria aceitou ter sua vida interrompida para que a vida de Deus fluísse livremente por seu intermédio. Imagine que não foi assim tão fácil para ela ter que abri mão da sua vida normal com planos já traçados e aceitar viver os planos de outros. Talvez se fôssemos nós que estivéssemos em seu lugar diríamos: "eu posso pensar por um tempo?”, "será que eu poderia consultar minha família e meu noivo?”. Maria entendeu que os planos de Deus tem pressa e a vontade de Deus é superior à vontade e os argumentos de qualquer pessoa. Talvez a palavra que melhor defina Maria seja submissão. Ela se submeteu totalmente a Deus. Mesmo sabendo que isso implicaria na sua possível separação do homem a quem amava.


Ela não se preocupou com o que as pessoas iriam dizer e nem com as consequências que teria de arcar por essa decisão. Pela cultura judaica, se uma mulher aparecesse grávida sem ser casada, deveria ser apedrejada fora dos portões da cidade. Maria como toda judia, conhecia não apenas as leis que puniam as mulheres em cuja reputação havia traços de prostituição ou adultério e mais do que isso, ela sabia que muitos dos antigos profetas que obedeceram à voz de Deus, foram torturados, presos e martirizados por causa do ministério que aceitaram receber de Deus. Qual garantia Maria tinha de que seria preservada?


Maria sabia que não apenas fora chamada para a maior de todas as honras, mas também se tornava refém da maior de todas as responsabilidades.


Ela abriu mão do seu conforto e arriscou seu casamento para que os ideais de Deus se concretizassem no mundo. Ela arriscou sua vida fugindo com a criança mais procurada do império que era o menino Jesus. Ela abriu mão de ter um lugar fixo para viver apenas para não expor Jesus ao perigo de morte que Herodes planejava. Sofreu o desconforto de dá a luz ao seu primeiro filho no ambiente mais hostil para um parto: um estábulo sujo e com grande potencial de contaminação. Em estábulos o teor de aromas desagradáveis é imenso, a concentração de insetos é grande e a presença de animais peçonhentos é de relevante consideração.

Todos esses fatores associados ao fato de que como mulher Maria era mais propensa ao abatimento psicológico podiam desanimar Maria, fazê-la desistir de prosseguir com aquele plano que ela jamais pediu para está envolvida. Mas ao contrário do que a maioria de nós faria, Maria enfrentou os perigos e a oposição do rei maligno e seguiu adiante levando com séria estima o projeto que Deus lhe confiara.


Em dias de crise como os nossos, uma igreja que possui membros com uma vida como a de Maria, pode regozijar-se muito, pois tem a seu serviço uma pessoa com características importantíssimas para o progresso do reino. É imperativo que tenhamos pessoas com a capacidade de doar tudo o que tem quando tudo o que elas têm é apenas a si mesmas! "Aqui está a serva do Senhor; que se cumpra em mim conforme a tua palavra” é a aceitação plena do pleno projeto de Deus. Vemos nesta colocação determinação para fazer o que Deus manda sem parar para somar prós e contras. Vemos também disposição para aceitar compromissos difíceis, desde que eles tragam glória para o nome do Senhor. Vemos ainda capacidade de abrir mãos dos próprios sonhos trocando-os pelos sonhos divinos. Maria entendeu que seus sonhos podiam esperar, mas os de Deus não. Ela assumiu o papel de uma serva, e a maior honra de um servo é prestar serviços com excelência e incansável fidelidade.


Quando nossas igrejas estiverem cheias de pessoas que priorizem Deus mais do que seu lazer, mais do que o desejo de ganhar dinheiro, mais do que as prioridades temporais, teremos uma igreja que sonha verdadeiramente os sonhos de Deus. Em Maria encontramos o serviço abnegado, imediato e sem questionamentos. A resposta que Maria deu ao anjo repercutiu eternamente na história da salvação dos homens.


Até que ponto nós estamos dispostos a fazer com que nossas vidas reflitam mais a vontade de Deus do que a nossa? Qual o tamanho da nossa disposição em seguir a Deus pelos caminhos desconhecidos? Qual de nós pode dizer com sinceridade as palavras deMaria: "Aqui está a serva do Senhor; que se cumpra em mim conforme a tua palavra”?


Visto que temos a rodear-nos exemplos de pessoas como Maria, que deixemos todo egoísmo e corramos e persistência a corrida da abnegação, do sacrifício e da obediência.


Maria não fez uma grande obra. Não temos nenhum sermão dela, exceto seu cântico. Não a encontramos envolvida em obras de caridade ou em função de liderança. Mas mesmo não podendo exercer uma função de destaque no reino de Deus, ela patrocinou o nascimento de Jesus. Em outras palavras, ela ainda que não tenha sido chamada para um grande ministério, sustentou e viabilizou que outro (Jesus) desenvolvesse as funções que o Pai lhe concedeu. Vemos aqui o ministério de ser ponte sobre as águas. Outros passam por você para chegar a um destino do outro lado. O objetivo de Jesus era a cruz. Ele nasceu para ser entregue na cruz. Ele nunca disse para celebrarmos o seu nascimento, mas nos ordenou rememorar sua morte. O destino de Jesus era a cruz, mas a ponte para chegar à cruz foi o fator Maria.


Maria cedeu seu ventre, seu tempo, seu conforto sua juventude para que Jesus pudesse nascer e salvar o mundo. O que você está disposto a dá para que a glória de Deus nasça na terra e alcance os perdidos? O que você está disposto a ceder para que a igreja de Cristo cresça em quantidade e em perfeição?


O fator Maria representa todas aquelas pessoas que dão sua vida pela obra de Deus. Aqueles que não temem nenhum mal contanto que cumpram com determinação e excelência a vontade de Deus. Maria foi àquela pessoa que soube mostrar às outras pessoas que a festa da vida não precisa terminar em amargura apenas porque o vinho acabou. Ela é evangelista apontou o caminho para a salvação.


As duas grandes características do fator Maria são: não põe obstáculos para deixar de promover a Jesus e trabalham arduamente para que todos possam aprender a fazer tudo o que Jesus mandar. Que a igreja da atualidade desenvolva as características do fator Maria e que possa promover a Cristo, incentivando todas as pessoas a fazerem tudo o que Jesus mandar. Que nossos templos se encham de pessoas desse calibre. Que assim seja.


Fonte: Gospel Prime

Escrito Por Missionário Rosivaldo formado pela JOCUM – Jovens Com Uma Missão

0.0
Última Modificação: abril 28, 2014 11:54
Artigos Relacionados: Matrículas para Projetos Culturais podem ser feitas até o dia 24 Assistência Social convida para reunião nesta quarta-feira (15) Em quatro anos, Paraná recolhe 265 mil toneladas de pneus velhos Dengue: 18 municípios do Paraná estão em epidemia Maripá divulga a classificação do Teste Seletivo e convoca Aprovados para Educador Infantil e Profes Leilão para contratar energia é adiado para abril Dom Odilo Scherer recebe título de Cidadão Honorário e é homenageado no Paraná Chega a quase dois mil o número de casos de dengue no Paraná Paraná vai amanhecer com geadas e temperaturas negativas, diz Simepar Agentes penitenciários decretam greve geral no Paraná

Ainda não há comentários...

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.