Blog / News Fique por dentro das Novidades no Brasil e no Mundo

Justiça Eleitoral proibe Silas Malafaia de realizar atos políticos dentro ou fora da igreja

0 Comentários
446
18 Out 2012
Justiça Eleitoral proibe Silas Malafaia de realizar atos políticos dentro ou fora da igreja
A pedido do Ministério Público Eleitoral o juiz eleitoral Cícero Martins determinou que o pastor Silas Malafaia juntamente com o candidato Hermano Morais e seu vice Osório Jácome, não promovam ato político.

O ato político ocorreria nesta quarta feira (17) no Centro de Convenções de Natal, RN. Segundo representação apresentada pelo promotor Giovanni Rosado, qualquer lugar público de uso comum é vedada a realização de propaganda, não importando se no Centro de Convenções de Natal ou em uma igreja.

"A possível realização de evento religioso no Centro de Convenções com a presença do pastor Silas Malafaia, atendendo a convite do candidato a prefeito Hermano Morais (PMDB) e do vice, Osório Jácome, pode desencadear manifestações que venham a caracterizar propaganda leitoral irregular, que deve ser coibida, uma vez que o local do evento é, sabidamente, um bem de uso comum, que depende de permissão e autorização do Poder Público para uso”, afirma a representação, de acordo com publicação Tribuna do Norte.

O Juízo Eleitoral ainda determinou que a equipe de fiscalização da 3ª Zona acompanhe e registre qualquer irregularidade de propaganda eleitoral no referido evento. Em caso de descumprimento a multa será de R$ 20 mil para cada um.

Malafaia e política

O pastor Silas Malafaia vem sendo protagonista de assuntos polêmicos relacionados à política nas últimas semanas.

Após declarar seu apoio ao candidato a prefeito de São Paulo, José Serra (PSDB), algumas manifestações contra sua posição se desencadearam. Até mesmo o próprio candidato Serra, em entrevista, tentou se desassociar do pastor. "Eu não assumi nenhum compromisso com o pastor Malafaia”, disse o candidato.

Outra manifestação contra a inclusão de Silas na política foi a do reverendo Paulo Siqueira, pioneiro do movimento ‘Voltemos ao Evangelho puro e simples’, que em um texto criticou e referiu-se a ele como herege e deturpador valores do verdadeiro Evangelho. Ele afirmou ainda que Silas não representa a massa evangélica.

"O Sr. Silas e sua turma de hereges contemporâneos têm, há muito tempo, deturpado os valores do verdadeiro Evangelho com arrogância, ganância desenfreada, em busca dos valores deste mundo”.
5.0
Última Modificação: outubro 26, 2012 03:49
Artigos Relacionados: Igrejas investem em tecnologia e atraem milhões de seguidores #BomDia - O que você vai fazer na Igreja? Novas igrejas 'evangélicas' intensificam diisputas por fiéis depois do Mega Templo de Salo Pastor Silas Malafaia afirma: 'Os Gays estão irados com Marina' Humorista finge estar possuído em culto da Igreja Universal Globo evita citar Igreja Universal e Templo de Salomão Pastor Silas Malafaia critica postura de Dilma na entrevista ao Jornal Nacional Igreja Católica em Ipanema viveu momentos de tensão neste domingo Igreja Mórmon prepa exército para evangelização na internet Justiça penhora dízimo da Igreja Mundial à Band

Ainda não há comentários...

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.