Blog / News Fique por dentro das Novidades no Brasil e no Mundo

Pornografia vicia crianças a partir de 11 anos na internet, revela pesquisa

0 Comentários
3443
06 Dez 2012
Pornografia vicia crianças a partir de 11 anos na internet, revela pesquisa
A Universidade de Plymouth, no Reino Unido, publicou um estudo no qual mostra que as crianças a partir dos 11 anos estão se viciando em pornografia na internet e antecipando sua sexualidade, o que pode gerar problemas na vida adulta. De acordo com a pesquisa, o acesso a conteúdos proibidos para menores de 18 anos dá às crianças expectativas irreais sobre o sexo e as tornam insensíveis às imagens pornográficas.

Como solução para o problema, a Associação Nacional dos Diretores do país diz que é necessária a adição de uma disciplina de orientação sexual aos alunos do ensino fundamental, que estão crescendo em um "mundo sexualizado” e precisam aprender a lidar com tanto conteúdo adulto disponível facilmente através da internet. A União Nacional de Professores do Reino Unido discorda e diz que abordar o tema nas salas de aula seria um passo muito largo, já que as crianças do nível fundamental não têm maturidade suficiente para discutir o assunto. Os professores acreditam que, mesmo sendo imaturas, as crianças sabem lidar com a pornografia online e que as escolas devem instruí-las apenas se elas solicitarem.

O conselheiro político Sion Humphreys, em entrevista àRádio 1 da BBC, disse que a orientação sexual deveria começar a partir dos 10 anos, de forma leve, para "estabalecer as bases”. De acordo com Humphreys, os professores precisam ser instruídos para ter esse diálogo com os mais novos.

Já a fundadora do siteNetmums, que dá orientações a mães, acredita que o trabalho conjunto entre pais e professores é a solução ideal para educar sexualmente as crianças. Ela diz que o assunto é um "campo minado” e que muitos não sabem o que fazer ou dizer a uma criança. "Por exemplo, uma mãe solteira pode saber como conversar com seus filhos adolescentes, já um pai solteiro pode não saber como falar do assunto com sua filha”, explica.

De acordo com oDailyMail, o Departamento de Educação do governo do Reino Unido não quis comentar sobre a inclusão da orientação sexual para o ensino fundamental mas diz que cabe a cada escola definir como tratar o assunto.

0.0
Última Modificação: -/-
Artigos Relacionados: Em quatro anos, Paraná recolhe 265 mil toneladas de pneus velhos Criança de 4 anos morre após ser atingida por saco de milho em propriedade rural Técnica de fertilização in vitro completa hoje 37 anos Lista de aprovados no Sisu já está disponível na internet Idoso de 77 anos furta celular de irmão cadeirante em Nova Santa Rosa Depois de 21 anos, Mato Grosso do Sul registra caso de raiva humana Carro invade casa e mata criança de 6 anos que brincava em frente Dólar passa de R$ 2,74 e atinge o maior valor em dez anos Câncer mata pelo menos 8 milhões de pessoas no mundo todos os anos. Jovem faz viagens por 2 anos para conhecer testemunhos de cristãos

Ainda não há comentários...

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.