Blog / News Fique por dentro das Novidades no Brasil e no Mundo

Pr. Antônio Cirilo comenta a "PEC da Música" que retira impostos dos CDs e DVDs

0 Comentários
542
08 Out 2013
Pr. Antônio Cirilo comenta a "PEC da Música" que retira impostos dos CDs e DVDs
Em entrevista cedida ao Portal Guiame, o Pr. Antônio Cirilo e Maurício Soares falaram sobre a lei que isenta impostos sobre CDs e DVDs de artistas nacionais.

Foi aprovada no final de setembro deste ano, no senado, a chamada "PEC da Música", que isenta de impostos, os CDs e DVDs com obras musicais de artistas brasileiros.
 
Falando com exclusividade ao Portal Guiame, o conhecido ministro de louvor e líder do Ministério Santa Geração, Pr. Antônio Cirilo e também o diretor A&R da Sony Music Gospel no Brasil falaram sobre a nova lei e deram suas opiniões a respeito dos efeitos que ela pode causar na música cristã nacional.
 
Segundo Maurício Soares, esta nova lei surge como um tipo de incentivo para a indústria fonográfica nacional, que tem lutado contra grandes obstáculos, como a pirataria.
 
"É, sem dúvida, muito positiva esta isenção para os impostos em CDs e DVDs, pois a indústria fonográfica precisa de incentivos para seguir atuando em nosso país. Depois de tantos anos de notícias ruins e de todos os problemas causados pela pirataria, finalmente recebemos uma boa notícia", afirmou.
 
Apesar de celebrar a notícia, Maurício lembrou que esta lei não é simplesmente um incentivo, mas também uma tentativa por parte do governo de amenizar uma "injustiça praticada junto à música nacional", como ele mesmo citou.
 
"Na verdade, o governo está contornando uma grande injustiça praticada junto à música nacional, pois em minha opinião, é justamente a música quem melhor representa a cultura brasileira no país e exterior. A indústria editorial tem uma série de benefícios por representar nossa cultura e a partir de agora, a música entra neste mesmo patamar", frisou.
 
Na opinião do Pr. Antônio Cirilo, apesar da isenção de impostos - o que é citado por ele como algo sempre positivo - a PEC da Música não será um grande diferencial na música do artista cristão. Segundo o líder do Santa Geração, o que lhe resta fazer é parabenizar as gravadoras por essa vitória.
 
"Isenção de impostos é sempre bem-vinda, pois os impostos no Brasil são altos e são fator que inviabiliza projetos em todos os segmentos, incluindo a mídia. Para nós que vivemos da música nada muda, a não ser que a PEC da música obrigasse as gravadoras a repassar aos artistas o desconto concedido, como isto não ocorrerá temos somente que parabenizar as gravadoras por mais esta conquista. As gravadoras são as únicas beneficiárias neste caso", declarou.
 
Cirilo lembrou que a venda de CDs e DVDs não aumentará de fato com a aprovação desta lei. Segundo o ministro de louvor, o que realmente ajudaria os cantores e bandas nacionais, seria um sério programa de combate à pirataria. Porém também não vê grandes possibilidades disso acontecer.
 
"Isso não aumentará a venda de CDs e DVDs, as gravadoras não irão reduzir o preço do produto, vão ganhar a mesma coisa, vão gastar menos e vão continuar nos pagando o mínimo. É o mercado, amigos. Para nós o ideal seria um programa sério de combate à pirataria, isto ajudaria, mas, sei que a palavra 'sério' já força um pouco. Então ficarei por aqui", finalizou.
0.0
Última Modificação: -/-
Artigos Relacionados: "Canção da Eternidade", novo CD do Pastor Antonio Cirilo Pastor Marco Feliciano comenta "beijo gay" em último capítulo de novela 4º aniversário da Igreja Bola de Neve em Tatuapé com participação de Antônio Cirilo Graça Music divulga a capa do novo CD do pastor Antônio Cirilo Esforço conjunto de bancadas evangélicas lutam pelo fim dos impostos nas igrejas Pedido para retirar "Deus seja louvado" das notas de real é questionado por Igreja Marcha para Jesus em Botucatu com participação do Pr. Antônio Cirilo

Ainda não há comentários...

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.